Sindicato pede aos tribunais facilitação para envio de mensagens sobre o pleito para os e-mails funcionais dos filiados

unnamed (1)

O SITRAEMG encaminhou nessa quarta-feira (07/10) aos presidentes do TRT e do TRE, à diretora do foro da Seção Judiciária de Minas Gerais e ao juiz substituto em exercício na titularidade da Auditoria da 4ª CJM da Justiça Militar, em Juiz de Fora, ofícios com a seguinte solicitação aos respectivos tribunais: “liberação do domínio @relatasoft.com.br para que possamos enviar comunicações especificamente sobre acessos às plataformas de realização de assembleias e votações relacionadas ao processo eleitoral do Sindicato (de acordo com o edital que segue anexo) aos e-mails servidores filiados cadastrados em nosso sistema sem risco de bloqueios ou encaminhamentos automáticos para caixa de SPAM”.

Veja também:

Nos ofícios, o Sindicato esclarece que a Relatasoft é a empresa responsável pela realização das Eleições/2020 da entidade, cuja votação se dará por meio eletrônico, e argumenta que ela foi a primeira empresa do Brasil a ser autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para operar na arrecadação de fundos de campanha na modalidade de financiamento coletivo, conforme pode ser constatado no site FinanciamentoEtico.com.br.

Tal pedido está sendo feito para que a empresa possa enviar as mensagens relativas às eleições do Sindicato – exclusivamente sobre acessos às plataforma da assembleia virtual que elegerá a Comissão Eleitoral – com a segurança de que chegarão aos filiados, sem o risco de serem bloqueadas ou classificadas como SPAMs, como muitas vezes ocorre em razão das medidas de segurança que são tomadas pelos próprios tribunais como forma de evitar a entrada de vírus em seus computadores através das caixas de correios eletrônicos.

Confira os ofícios enviados:

TRT

TRE 

JF 

JM